Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto do campus Paranaguá é apresentado à Secretaria de Estado

Geral

Projeto do campus Paranaguá é apresentado à Secretaria de Estado

Geral, Extensão

por Paula Fernandes publicado: 13/08/2019 15h59 última modificação: 13/08/2019 16h00

Na última semana, o reitor da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Antônio Carlos Aleixo, esteve presente na Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), juntamente com o diretor do campus de Paranaguá, Cleverson Molinari Mello, do pró-reitor de Extensão (Proec), Elói Magalhães, e a professora zootecnista e coordenadora do projeto Couro de Peixe, Kátia Kalko Schwartz. Eles apresentaram ao secretário da Sejuf, Ney Leprevost, o programa Couro de Peixe, desenvolvido no campus Paranaguá e que prevê a implantação de curtume comunitário, ecologicamente correto, para a transformação da pele de peixe em couro e a oferta de cursos de capacitação para a promoção de geração de trabalho e renda para as comunidades carentes do litoral do Paraná.

"O encontro foi extremamente importante", explica Kátia. Isso porque a intenção é transformar o projeto em programa de governo. Assim, o projeto tem mais autonomia e independe de políticas locais. "Queremos a construção do Centro de Geração de Trabalho e Renda", salienta.

Para a construção, o secretário assegurou que repassará a demanda à Secretaria das Cidades, mas se colocou à disposição no auxílio à manutenção do Centro de Produção e Propagação de Organismos Marinhos (CPPOM), em Guaratuba. Leprevost também elogiou o projeto inovador da transformação da pele de peixe em couro e disse que a Sejuf apoia as iniciativas de geração de emprego e renda. Também esteve presente o diretor geral da Sejuf, Adayr Cabral.

 

Couro de Peixe
O projeto começou em 2007, com apoio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (SETI) e da Fundação Araucária, por meio do programa Universidade Sem Fronteiras. O público atendido é formado, especialmente, por moradores de Paranaguá e da região com ações que contribuem para a geração de emprego e renda das comunidades ligadas ao setor da pesca, aquicultura, biologia e artesanato.

Desde o início já foram implantados curtumes comunitários para transformação da pele de peixe em couro, desenvolvidas pesquisas e ofertados cursos para produção de couros de peixes e de artesanato. O projeto Couro de Peixe também está vinculado ao Laboratório Multidisciplinar de Estudos Animais (Labmea), que atua na produção de pesquisas em nutrição e desempenho zootécnico de peixes, estudos em insetos com destaque para borboletas e mariposas.

 

Acompanhe a Unespar nas redes sociais

 www.facebook.com/UnesparOficial

 www.twitter.com/UnesparOficial

Resultado de imagem para instagram www.instagram.com/unespar/