Você está aqui: Página Inicial > Estudantes > Nosso canto > publicações > Sorrisos de Cordel

Geral

Sorrisos de Cordel

Arte

publicado: 01/07/2019 10h56 última modificação: 01/07/2019 10h56

Sorrisos de Cordel

 

Thais Ravazi[i]

 

Ah! O sorriso.

Aquele que quando aberto

O amor impreciso,

Já logo abre a porta e é descoberto.

E eu que que não sou bobo já aviso!

Se você estiver de boquiaberto, já é certo,

Você foi encantado, previso.

 

Mas não se amole não

Por que o amor é o mais puro sentimento,

Que quando acerta em cheio o coração,

Embaralha o pensamento.

O artista erra o passo, o poeta erra as rimas, o músico troca a canção,

Mas no fundo todos querem estar isentos,

De uma vida sem amor que arrebata em paixão.

 

Pois bem meu amigo,

Se o amor, no seu peito já tem um lugarzinho,

Que alegria ou que castigo,

Mas ó, digo e prossigo

Assim como Vinícius, de tudo ao amor serei atento.

Siga os conselhos do sábio poeta,

Para que se encante mais seu pensamento e não morra de descontentamento.

 

Termino este cordel lhe desejando sorrisos de amor

Sorrisos de flor, sorrisos de cordel.

 



[i] Mestranda do PPIFOR – campus de Paranavaí