Você está aqui: Página Inicial > Notícias > UEM e Unespar entregam plano de desenvolvimento da região de Campo Mourão

Geral

UEM e Unespar entregam plano de desenvolvimento da região de Campo Mourão

Geral, Pesquisa

por Helio Sauthier publicado: 03/09/2021 16h13 última modificação: 03/09/2021 16h14

Pesquisadores da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e da Universidade Estadual de Maringá (UEM) entregaram, nesta sexta-feira (3), ao Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão (Codecam) um Plano Estratégico de Desenvolvimento Territorial.

O relatório mapeou setores econômicos e toda a estrutura produtiva da cidade de Campo Mourão e de municípios vizinhos, identificando os principais desafios tecnológicos e mercadológicos de cadeias produtivas selecionadas, nas dimensões local e regional. A pesquisa contou com o investimento da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), por meio da Unidade Gestora do Fundo Paraná (UGF) no valor de R$ 104,4 mil.

Desse montante, 73% do orçamento, que equivalem a R$ 76,3 mil, foram destinados a despesas de custeio, como o pagamento de bolsas para os pesquisadores envolvidos. O restante dos recursos, R$ 28,1 mil, foi utilizado para aquisição de computadores com tecnologia de processamento de estimativas estatísticas e econométricas.

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, acompanhou a entrega do relatório na cidade. “Essa iniciativa é de fundamental importância, alinhada com aquilo que temos buscado cada vez mais: que nossas universidades possam atender as demandas da comunidade. Os resultados, entregues pelos nossos pesquisadores, vão servir como subsídio para a criação e planejamento de novas políticas públicas, beneficiando a população da região”, destaca.

A equipe, formada por 9 pesquisadores, fez um mapeamento detalhado de 11 cadeias produtivas. Foram elas: carne bovina, carne de frango, construção civil, eletrodomésticos, fabricação de equipamentos, farinha de mandioca, farinha de trigo, moveleira, papel, soja e têxtil.

Pós-doutor em Economia Aplicada e o coordenador do projeto, Jorge Leandro Delconte Ferreira, destaca as características centrais do relatório. “Realizamos mapeamento de todas as atividades econômicas formais da região, organizando as informações pela lógica de cadeias produtivas; em três dessas cadeias, selecionadas pelo Codecam, aprofundamos o estudo, visando destacar as condições de integrabilidade, a capacidade de transbordamento e atração de novos elos produtivos, os gargalos e desafios tecnológicos e formas possíveis de superação, bem como as possibilidades de políticas públicas para dinamizar tais cadeias produtivas”, explica. O projeto também sinaliza claros caminhos para a promoção do desenvolvimento socioeconômico, com foco na geração de negócios, emprego e renda.

A reitora da Unespar, Salete Machado Sirino, afirma que o trabalho realizado sob a coordenação do professor Jorge Leandro da Unespar em parceria com a UEM,  constitui uma importante contribuição para o desenvolvimento econômico, social e humano da região, tendo em vista que a partir dos dados levantados pelo mapeamento, abrem-se diversas oportunidades para proposição de ações que atenderão a cidade de Campo Mourão e os municípios de seu entorno. “A parceria na realização deste projeto, entre a Universidade Estadual do Paraná e a Universidade Estadual de Maringá, revela a força que as universidades estaduais têm no desenvolvimento de projetos conjuntos”, ressalta a reitora.

 

DEMANDA – O projeto foi demandando pelo Codecam em 2019. Na ocasião, a entidade solicitou um estudo econômico para auxiliar as lideranças empresariais, instituições e o próprio Poder Público na definição de prioridades para um planejamento estratégico focado no desenvolvimento da economia local e regional, englobando ações da sociedade civil e dos gestores públicos.

Como resultado parcial da pesquisa, a equipe técnica disponibilizou um dashboard interativo, que consiste em um painel visual com informações, indicadores e métricas de gestão. Essa ferramenta permite uma ampla visão de dados econômicos das atividades empresariais desenvolvidas em 25 cidades, que integram a Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) – organização da sociedade civil, de promoção e integração administrativa, econômica e social dos municípios da região. Além disso, a ferramenta também permite um olhar pela lógica de cadeias produtivas, evidenciando indicadores de cada uma das cadeias selecionadas, cuja influência se estende por vários municípios da região. Outro resultado concreto foi a viabilização do Vocações Regionais Sustentáveis, nome de projeto captado a partir de informações sistematizadas pelo trabalho da Unespar e UEM.